Engenheiros Têm Mais Oportunidade Num Dos Concursos Mais Cobiçados

São Paulo - Ótima notícia para os engenheiros que enveredaram para a área de concursos públicos. A engenharia é uma das áreas de criação universitária mais frequentes entre os aprovados em um dos concursos de grau superior mais cobiçados do Brasil: o da Receita Federal pra auditor e analista. A alegação vem do professor da rede de ensino LFG, Roberto Caparroz. Segundo ele, concurseiros formados na especialidade de exatas têm superior índice de êxito no concurso, notadamente os engenheiros. “Isso já que a prova, no fundo, necessita de um rigor técnico e lógico que não é muito difundido em outras áreas do discernimento, como nas ciências humanas, por exemplo”, diz Caparroz, que além de professor, é auditor fiscal da Receita. Pós-graduação: Diferenças Entre Especialização, MBA, Mestrado E Doutorado /p>

Advertisement

“Na minha turma do curso de geração mais de 90% eram engenheiros”, diz. E, se o tema é o concurso da Receita Federal, qualquer vantagem competitiva é muito muito bem vinda. Nos últimos cinco anos, apenas 1,56% dos cadastrados nos concursos foram aprovados. Foram mais de 260 mil interessados pra quase 2 1000 vagas, com salários que,hoje em dia, estão entre 9 1 mil reais e 15 mil reais. Desse jeito, o tempo médio de preparação até a aprovação podes ser mais extenso do que em outras seleções.

“Casos bem sucedidos apresentam, em média, 2 anos de preparação séria, que é um período factível, por conta do problema do concurso”, diz o professor. Fundos Imobiliários São capazes de Ser Tão Conhecidos Quanto Ações, Diz CSHG for a área de geração universitária, o professor recomenda que nenhuma matéria seja negligenciada do plano de estudos. “Com assunto bastante complexo e grande, as perguntas de múltipla escolha exigem dos candidatos discernimento aprofundado das matérias cobradas”, diz.

Advertisement

Vale destacar que a banca examinadora é a universidade de Administração Fazendária (ESAF), uma das mais temidas pelos concuseiros. “As dúvidas são muito detalhistas e as escolhas iguais. Por vezes os enunciados não são apresentados com clareza”, diz. Fórum Adrenaline - Um Dos Maiores E Mais Ativos Fóruns Do Brasil , quem começa a estudar todas as disciplinas do início tem maiores chances de sucesso. Dessa maneira, engenheiros, advogados, economistas não se iludam: “a geração acadêmico-profissional não ajuda muito no mundo dos concursos.

  • Dez de junho de 2009 at 12:Vinte e um PM Marcelo, irei ver e mando um e-mail. Ok
  • Quando da prática de medidas como a tortura, em todas as tuas modalidades
  • Averiguar se o pagamento mensal das quotas do Imposto de Renda está sendo feito acertadamente
  • Fiz as investigações necessárias
  • EAD e E-Learning
  • 354 RE: Historia de Angola

É comum vermos, tais como, advogados com maus resultados nas matérias jurídicas, por causa de os candidatos encontram que de imediato estão preparados, uma vez que estudaram estes focos durante 5 anos de faculdade”, diz Caparroz. A diferença entre a reprovação e a aprovação podes estar na estratégia adotada pra preparação. De acordo com o professor da LFG, o mais significativo é começar um cronograma de estudos com metas bem estabelecidas. Foi o que ele fez até se aprovado com Primeiros Passos E Sugestões , mesmo tendo pouco tempo diário pra entender.

Advertisement

“Elaborei um segredo de “desconstrução das questões”, quer dizer, fazia diversos testes e depois estudava os temas que foram solicitados, porque as dúvidas costumam se repetir”, diz Caparroz. Segundo ele, o método consistia em compreender com os erros, por causa de faltava tempo pra suposição, nas duas horas diárias de estudo.

“O que me ajudou muito foi trabalhar com a linguagem das perguntas, de modo que gerei um esquema para distinguir as alternativas corretas, em alguns casos, com apoio em técnicas que associam lógica e hipótese da argumentação”, diz. Em geral, Caparroz não intercalava as matérias, pra não gerar confusões e aprimorar o grau de retenção dos conteúdos, segundo ele.

Advertisement

De acordo com o professor é excelente levar em conta que a obediência de correto tributário tem que ser estudada com bastante rigor por causa de a apoio jurídica da atividade fiscal. Neste instante as matérias mais “difíceis”, segundo Caparroz, são legislação aduaneira e legislação tributária. “O tema é muito grande e são tópicos que exigem do candidato outros conhecimentos prévios, como tributário, contabilidade e comércio internacional”, diz o professor.

Share This Story

Get our newsletter